Proibição de consumo de bebidas alcoólicas nas ruas é debatida em audiência pública

Por Redação 13/02/2020 - 07:04 hs

Em audiência pública realizada na noite desta quarta-feira, (12), promovida pelo Conselho Municipal Antidrogas de Três de Maio, aconteceu um debate com relação a possível proibição do consumo de bebidas alcoólicas em áreas públicas da cidade.

O presidente do Conselho Antidrogas, Paulo Pereira, apresentou os objetivos do projeto visando a restrição da disponibilidade de álcool a população, seguindo uma tendência internacional de limitar o hábito de consumo de bebidas. Durante a apresentação, foram citados países que já adotam algum tipo de legislação restritiva ao consumo de álcool nas ruas como meio de conter distúrbios e frear os índices de violência.

A proposta apresentada prevê uma multa de R$ 350 a quem for flagrado consumindo bebida alcoólica no espaço público. Em caso de reincidência a multa prevista é de R$ 700.

Houve ainda manifestações de moradores próximos a áreas que hoje são pontos de diversão noturnos, onde as maiores reclamações são com relação ao som alto, perturbação e sujeira deixada. Os jovens alegam que essa é uma forma de diversão.

Os vereadores, Flávio Pagel (MDB), Cleiton Felipe dos Santos (PP) e Marcos Corso (PP) se manifestaram com relação ao que diz respeito a uma possível votação de criação de lei restritiva, sugerindo que sejam realizadas ações educativas nas áreas públicas que hoje são pontos de encontro da juventude local.

Na oportunidade foi realizada uma votação e a maioria dos presentes se mostrou favorável a criação de uma legislação restringindo o consumo de bebidas em áreas públicas. 

O próximo passo é o Conselho Antidrogas realizar o encaminhamento de uma proposta ao executivo que deve analisar e encaminhar à Câmara de Vereadores para votação.

A audiência contou com a participação de membros do conselho antidrogas, secretários municipais, vereadores, moradores, proprietários de estabelecimentos comerciais e de muitos jovens.