Dólar comercial R$ 5,3 1.814%
Euro R$ 6,41 +1.17%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.1%
Bitcoin R$ 197.764,13 -9.089%
Bovespa 120.804,95 pontos -2.17%
Economia Economia

Indústria gaúcha cresce 3,8% em novembro e fica acima da média nacional, diz IBGE

Resultados mostram a ampliação da volta à produção após as interrupções causadas pela pandemia

14/01/2021 15h16
Por: Redação Fonte: Jornal do Comércio
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A produção industrial brasileira avançou em novembro em dez dos 15 locais pesquisados na comparação com outubro, refletindo a ampliação do retorno à produção após as interrupções causadas pela pandemia. Segundo o IBGE, tiveram altas acima da média nacional, que ficou em 1,2%, Bahia (4,9%), Rio Grande do Sul (3,8%) Amazonas (3,4%), Região Nordeste (2,9%), Santa Catarina (2,8%), Ceará (1,7%), Rio de Janeiro (1,6%) e São Paulo (1,5%). Os demais locais com resultados positivos no penúltimo mês de 2020 foram Paraná (1,2%) e Minas Gerais (0,6%).

As quedas mais acentuadas foram registradas no Pará (-5,3%) e em Mato Grosso (-4,3%), além de Pernambuco (-1,0%), Espírito Santo (-0,9%) e Goiás (-0,9%).

Com o resultado do penúltimo mês do ano passado, a sétima alta seguida, o Rio Grande do Sul acumula expansão de 67% no período maio-novembro de 2020.

Na comparação com novembro de 2019, a produção industrial brasileira cresceu 2,8%, com resultados positivos em dez dos 15 locais pesquisados. No caso do Rio Grande do Sul, a alta nessa base de comparação foi de 8,7%.

Entre os setores pesquisados, na comparação com novembro de 2019, se destacaram no RS a fabricação de máquinas e equipamentos (23,5%), fabricação de outros produtos químicos (18,6%) e metalurgia (18,4%), entre outros. Já a fabricação de produtos alimentícios teve recuo de 6,6% e a fabricação de veículos automotores caiu 1,4% na mesma base de comparação.

No acumulado no ano, frente a 2019, a redução verificada na produção nacional alcançou 12 dos 15 locais pesquisados, com destaque para Espírito Santo (-15,9%), Ceará (-8,2%) e Rio Grande do Sul (-7,4%).

O acumulado em 12 meses recuou 5,2% em novembro, com redução na intensidade de perda frente a outubro (-5,6%). Houve taxas negativas em 12 dos 15 locais pesquisados, porém com 10 quedas menos intensas do que em outubro. O Espírito Santo (de -18,3% para -16,6%), Paraná (de -5,2% para -3,8%), Santa Catarina (de -6,8% para -5,6%) e Rio Grande do Sul (de -8,1% para -7,0%) mostraram os principais ganhos entre outubro e novembro de 2020.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Três de Maio - RS
Atualizado às 17h21 - Fonte: Climatempo
35°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 35°

38° Sensação
6.6 km/h Vento
42.1% Umidade do ar
67% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (16/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens e chuva